TOP
IMG_1776
Africa Africa do Sul Aventura Roteiros sob medida Roteiros Viajando com Arte

A África do Sul promete te surpreender

Nosso roteiro na África do Sul começou em Cape Town, logo de inicio fomos impactadas pela visão das montanhas e do mar, a paisagem lembra um pouco a do Rio de Janeiro, com a diferença que Cape Town, assim como toda a África do Sul, tem pouquíssimos prédios altos, as cidades são horizontais e espalhadas o que dá uma sensação boa de espaço, de liberdade.

IMG_1313
É impossível falar da África do Sul sem lembrar do seu passado recente, historicamente falando, poderíamos dizer que ontem por ali negros eram segregados a guetos e tinham sua circulação restrita em muitos lugares. O Apartheid, um regime de segregação racial implementado em 1948, foi oficialmente extinto em 1994 com a eleição de Nelson Mandela como primeiro presidente negro depois de passar 27 anos na cadeia por lutar contra os opressores da minoria branca.

IMG_2151

Nobel Square no Waterfront em Cape Town, homenagem aos 4 cidadãos sul africanos que ganharam o prêmio NObel da paz, são eles: Albert Lutuli, Desmond Tutu, F.W. de Klerk e Nelson Mandela.

De lá para cá se passaram 25 anos e a África do Sul vem tentando encontrar um caminho, uma maneira de lidar com este passado da melhor maneira, as vezes explodem algumas manifestações de violência com cunho de vingança às minorias brancas, difícil passar incólumes depois de tanta discriminação e opressão.
Mas dito isto, durante os dias que passamos por lá, não senti em nenhum momento alguma tensão no ar, ao contrário depois da Copa do mundo, achei a cidade ainda mais linda.

IMG_1639

Subindo o Signal Hill com vista para a Table Mountain.

Ficamos hospedados na região do Waterfront, uma grande marina com muitos restaurantes, lojas e bares, um lugar super animado, com apresentações de shows de música gratuitas ao ar livre.

IMG_1351

A moldura amarela para quem quer tirar uma foto com a Table Mountain no fundo.

IMG_2170

Waterfront, uma marina enorme com vários mercados, restaurantes, bares e lojas.
Lugar ótimo para ficar em Cape Town, dali também saem passeios de barco onde se pode ter uma visão diferente da cidade, e é claro da famosa Table Mountain ( ou montanha da mesa) que é o cartão postal de Cape Town, que domina a paisagem.

IMG_1339

Saindo de barco do Waterfront.

IMG_1572

Onde se tem uma vista diferente da cidade.

Uma novidade imperdível no Waterfront é o Museu Silo, um antigo armazém de armazenamento de grãos transformado em um sofisticado projeto arquitetônico do  Heatherwick Studio de Londres. Também conhecido como Zeitz MOCAA, Jochen Zeitz, nome do empresário alemão que investiu 500 milhões de Rands na criação do museu que hoje abriga a maior coleção de arte contemporânea africana do mundo.

IMG_2175

Entrada do Museu do Silo ou do Zeitz MOCAA

IMG_2206

foi desenvolvida uma técnica especialmente para cortar o concreto destes silos de grãos, a estética ficou linda, pois parece com as torres de uma igreja.

IMG_2221

O bar na cobertura do Hotel do Silo, que fica ao lado do museu é imperdível, lindo, com uma vista incrível do Waterfront e da Table Mountain e de outra montanha – a Lion’s head ou cabeça de leão.

IMG_2245

4 noites na cidade quase foram pouco tempo para fazer tudo o que o lugar oferece, na chegada fizemos uma happy hour em dos lugares mais privilegiados para ver o por do sol – subimos o Signal Hill, de onde se tem uma visão incrível do sol se pondo no mar, com vários paragliders cruzando o céu em direção ao mar e nós brindando com um bom vinho sul africano geladinho, perfeito para fechar nosso primeiro dia na África do Sul.

IMG_1762

Happy hour vendo o por do sol em Signal Hill.

IMG_1669

IMG_1756

Fizemos um passeio de reconhecimento do centro histórico da cidade, o forte em que os holandeses estabeleceram o primeiro assentamento para abastecer com frutas, vegetais e até carne, os navios da Companhia das Indias, que por aqui passavam em direção ao oriente.
Paramos no Green Market, o mercado de artesanatos das várias etnias que produzem coisas lindas.  Para dar uma ideia da diversidade deste país, a África do Sul tem 11 idiomas oficias, os mais falados são o inglês, o Africaner, idioma que se desenvolveu entre os colonos holandeses, misturados com alemão e francês e com a população nativa, muito falados são também os dialetos Zulu e Xhosa, este último o grupo étnico a qual pertencia Nelson Mandela.

IMG_1464

artesanato africano no Green Market, no centro de Cape Town.

IMG_1477

IMG_1373

nosso jantar de boas vindas foi no Restaurante Gold, super alegre, com comidas e danças típicas, de bônus uma aula de percussão com os Jambes. Foi legal para entrar no clima.

Outro lugar interessante de conhecer é o bairro Malaio, conhecido por Bo kaap, originalmente este era o bairro das pessoas que vieram da Indonesia e outras colônias holandesas na Asia, foram trazidos para trabalhar na Companhia das Indias aqui. O lugar é cheio de mesquitas e casinhas geminadas coloridas.

IMG_2293

Bo Kaap ou bairro malaio.

Se prepare para esperar algumas horas na fila do teleférico que leva ao topo da Table Mountain, quando estivemos lá soubemos que o teleférico esteve fechado por algum tempo e quando reabriu havia muita demanda de pessoas querendo subir, talvez você tenha mais sorte que nós. De qualquer maneira vale a pena subir pois a vista lá de cima sobre a cidade é deslumbrante.

Existem vários passeios imperdíveis a partir de Cape Town, a mais popular é visitar o Cabo da Boa Esperança, que Bartolomeu Dias descobriu e posteriormente Vasco da Gama em 1498, fez a volta e abriu oficialmente o caminho para as Indias. Lá você pode optar de subir caminhando até o antigo farol construído em 1860 ou pegar o funicular que te deixa lá em cima.

IMG_1924

 

IMG_1947

as nuvens fecham e abrem todo o tempo, não é a toa que primeiro Bartolomeu Dias batizou o cabo como Cabo das Tormentas.

IMG_1944

 

Nós descemos da Cidade do Cabo por dentro, ou seja passamos por Simon’s Town, o lugar onde tem uma enorme colônia de pinguins, Simon’s  town é também sede da marinha sul africana, e tem várias casinhas da época vitoriana formando uma cidadezinha bem simpática com cafés e restaurantes.

IMG_1876

Boulder’s Beach e sua colônia de Pinguins em Simon’s Town

IMG_1889

almoço a beira mar, paisagens lindas.

IMG_1776

ao fundo a cadeia de montanhas 12 apóstolos.

 Na volta fizemos uma rota cênica das mais lindas da África do Sul – a Victoria Road que vai entre o Sea Point e a Hout Bay. É uma estrada incrível que liga Camps Bay, Clifton, Oudekraal, Llandudno e Hout Bay. Nela está a famosa cadeia de montanhas conhecida como 12 apóstolos.

IMG_1847

Haut Bay

E fomos acabar em Camp’s bay, é a praia mais badalada do Cabo, mar lindo, mas beem gelado, praia cheia de gente bonita e lotado de bares, lounges preparados para se ver um por do sol fantástico no mar.

IMG_1986

Todo o agito de Camp’s bay

IMG_1974

IMG_2032

por do sol show para encerrar nossa temporada em Cape Town

IMG_2080

Protea, a belíssima flor oficial da África do sul.

 

No próximo post vou contar da experiência na região dos vinhedos sul africanos – Stellenbosch e Franschoek, beleza de tirar o fôlego.

 

 

«

»

2 COMENTÁRIOS
  • Osmar Lanz Filho
    7 dias atrás

    Excelente síntese desses primeiros dias na África do Sul.

    • Clarisse
      6 dias atrás
      AUTHOR

      Obrigada Osmar!
      E a saga continua… :)
      Clarisse

Deixe-nos seu comentário!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Captcha *

Siga-nos do INSTAGRAM