TOP
Africa

África do Sul – O País da Copa 2010 – Parte I

Em 2010 a Copa do mundo será na África do sul, e acho que seria interessante conhecermos um pouco deste país tão interessante, cheio de contrastes e sobretudo lindo demais.

Há pouco tempo tive oportunidade de visitar a África do sul, um destino muito diferente das minhas escolhas habituais. A vida selvagem nunca me atraiu, e se você pensa como eu, vai ficar surpreso como eu fiquei ao ser completamente conquistada por este pais.

 

Cidade do Cabo vista da Table Mountain

 

Começamos nossa viagem pela cidade do Cabo, no extremo sul do pais. Com o fim do Apartheid, a cidade mais bonita da África do sul finalmente foi anistiada e pode tranquilamente ser considerada uma das cidades mais gostosas do mundo.

Colonizada pelos holandeses e posteriormente pelos ingleses, misturados a várias tribos que ocupavam esta região resultou num enorme caldeirão étnico ( são 11 idiomas oficiais!)  que hoje compõe a África do Sul. Durante o regime do Apartheid os negros que eram 23 milhões de pessoas ocupavam o relativo a 13% do território, enquanto que a minoria branca, de 4,5 milhões, ocupava 87%, criando uma terrível desigualdade. Nos anos 80, a comunidade internacional impôs sanções econômicas ao país, maior produtor de ouro e diamantes do mundo, e pressionou o então presidente Pieter Botha a terminar o Apartheid e liberar o preso político mais famoso do mundo. Nelson Mandela foi libertado em 1990, após 27 anos de prisão.

É claro que não se pode apagar um passado destes da noite para o dia, e historicamente, 20 anos é nada. O que pude sentir foi a grande vontade do país de olhar para frente e ir curando suas feridas aos poucos, numa Africa onde as prioridades básicas ainda não foram atingidas em muitos lugares, na África do Sul percebemos que muito já foi alcançado.

A Cidade do Cabo lembra um pouco o Rio de Janeiro, só que bem menor e com muito mais ares coloniais.

Table Moutain vista do mar.

Em dia de céu claro o programa é subir a Table Mountain, uma majestosa elevação que se ergue onipresente, o panorama é magnífico, a gente sobe num teleférico e se tem uma vista da cidade e das praias.

Uma dos lugares mais chiques e festejados da Cidade do Cabo é a área chamada de Waterfront, um lugar em volta do porto com lojas, hotéis, restaurantes, um anfiteatro à céu aberto, onde se vê apresentações informais de músicos locais fazendo o que eles sabem fazer melhor – música com muita percussão.

 

É do Waterfront que saem os barcos para passeios para a ilha de Robeen Island, onde ficava a famosa prisão que manteve Mandela.Outra opção é pegar um barco para um passeio de 1h de onde se tem uma bela visão da cidade. No Waterfront tem também um aquário gigante, o Two Oceans Sea Aquarium, que é uma ótima opção para quem está com crianças, e olha que no nosso grupo as crianças já eram bem crescidinhas e adoraram!

Waterfront, um lugar cheio de bares e restaurantes e um teatro ao ar livre para apresentações musicais.

Two oceans Sea Aquarium, diversão garantida.

Você concorda com a afirmação acima?

Outra grande atração é o Greenmarket que foi um mercado de frutas e verduras até os anos 50s e agora é um mercado de artesanato, super legal, com colares coloridos feito pelas diversas tribos, cada um com uma característica diferente. Instrumentos musicais, máscaras africanas, túnicas, enfim tudo o que você puder imaginar.E aqui eles também tem o hábito da pechincha, eu que depois de andar pelo Egito, Marrocos e outros países árabes já sou pós graduada no assunto, mas haja paciência!

 

Artesanato, colares, máscaras, você vai ficar louco no Greenmarket!!

 

Você deve estar se perguntando sobre a segurança, já que a África do Sul é o maior consumidor de cercas elétricas do mundo… em nenhum momento me senti minimamente ameaçada, nós estávamos parando em uma praia fora da cidade e no caminho passávamos por favelas gigantescas, eram os antigos guetos negros do Apartheid, e a tardinha observamos várias camionetes pick ups cheias de trabalhadores voltando para casa, vi muitas escolas, e apesar da pobreza não é miserável, as crianças vão bem uniformizadas a escola, um povo tentando achar seu espaço depois de sofrer tanta iniqüidade.

 

A National Gallery da Cidade do Cabo merece uma visita, não é um museu muito grande e sua coleção vai desde o período colonial até a Arte contemporârea, tem no seu acervo obras inglesas, holandesas,francesas, além é claro de arte africana. Exposições temporárias de fotografias, texteis, pinturas e esculturas.

«

»

Deixe-nos seu comentário!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *


quatro − 2 =

Siga-nos no Instagram

  • Lago São Bernardo hoje, o sul já começa a ficar matizado com as cores do outono 🍂🍁.
.
.
.
#serragaucha #saofranciscodosul #lagosaobernardo #viajandocomarte #🍂
  • Até o paraíso tem seus dias...🧙🏻‍♀️🧙🏻‍♀️🧙🏻‍♀️
.
.
.
#maldivas #tufao #temporal #viajandocomarte #praia
  • Por quem dobram os sinos da Catedral da Notre Dame de Paris?
.
.
.
#paris #franca #notredamedeparis #viajandocomarte
  • Grécia- espírito de verão.
.
.
.
#greece #sporades #skiathos #viajandocomarte ilhasgregas
  • Riomaggiore, uma das cinque terre, pequenos vilarejos encravados nas montanhas da Liguria de frente para o mar.
Uma boa base para explorar a região é ficar em La Spezia e de lá tomar o barco até Monterosso al mare.
.
.
.
#italia #cinqueterre #riomaggiore #viajandocomarte #liguria
  • Ao fundo a Catedral de São Basilio, um ícone da capital russa marca a vitória de Ivan IV, o terrivel sobre os tártaros mongóis e sua expulsão definitiva da Rússia depois de um domínio de mais de 200 anos.
.
.
.
#moscou #pracavermelha #redsquare #russia #viajandocomarte
  • Primavera chegando na Dordonha, uma das regiões mais lindas da França, você não vai querer perder essa, vai?
.
.
.#franca #dordonha #viajandocomarte #domme #peyrusseleroc
  • MATE, Lima. Museu do fotógrafo peruano Mario Testino no bairro onde viveu, Barranco. .
.
.
#viajandocomarte #lima #mate #barranco #museu #mariotestino #arte #fotografia