TOP
rusaaaaa
Rússia

da série: A nova Rússia – São Petersburgo – parte I

Fortaleza de São Pedro e São Paulo, aqui começou a cidade de São Petersburgo

Nem fazia tanto tempo que havia estado em São Petersburgo pela última vez,  na verdade 4 anos me separavam desta cidade totalmente mudada desde  o nosso último encontro.

São Petersburgo mudou, entrou para a constelação das grandes cidades europeias, muito pouco a indentifica com sua história recente. Os russos tem uma incrível capacidade de adaptação e os sinais da antiga decadência do regime soviético praticamente desapareceram, dando lugar a uma cidade linda que está sabendo explorar ao seu favor o grande fluxo de turistas que descobrem encantados a beleza e a opulência dos seus palácios, museus, parques, igrejas e – novidade: restaurantes, bares e uma vibrante vida noturna.

Ruas que correm paralelas aos muitos canais da cidade, este é o Canal Griboedov, que vai desembocar em uma das igrajas mais bonitas de São Petersburgo.

Chegamos em São Petersburgo no auge das famosas noites brancas, quando o sol apenas se esconde por algumas horas para logo em seguida voltar a iluminar a cidade, que tem uma aura diferente nesta época do ano. Imagine você que depois de um longo e escuro inverno os habitantes da cidade não querem perder um minuto, a ideia que a gente tem é que as pessoas precisam daquela energia solar para sobreviverem ao inverno gelado. O resultado é uma cidade alegre, festiva, com ruas e parques cheios de gente, familias, crianças aproveitando o verão.

Esta é uma foto do Canal onde passa o Rio Fontanka, foi tirada perto das 22h – As famosas Noites brancas de São Petersburgo

A Igreja Salvador do sangue derramado, perto da meia noite.

Tudo, mas tudo mesmo está mais bonito em São Petersburgo, que foi uma cidade inteiramente planejada pelo Czar Pedro, o grande. Em um dos lugares mais improváveis possíveis, pois só quem se atrevia por estas bandas eram lobos e ursos. A cidade idealizada para ser uma janela para a Europa, é uma mistura de diferentes estilos que acompanharam os caprichos de czares e czarinas ao longo de sua história. Cortada por muitos canais e banhada pelo rio Neva, a cidade de Dostoievski, Shostakovich, Chekov, certamente vai encantar você também.

Monumento em homenagem ao idealizador da cidade, o Czar Pedro, o grande.

Todos me fazem a mesma pergunta: A Russia é caríssima? Proibitiva?

Eu diria que não é mais cara que Paris ou Londres, mas você há de convir que o caro pode ser relativo. Fazendo as escolhar certas você pode fazer uma viagem a Russia pelos mesmos padrões que tem feito outras viagens a França.

Vamos começar pelas atrações clássicas, aquelas consideradas imperdíveis:

O centro de São Petersburgo não é enorme, você pode faze-lo à pé, mas tem atrações que são fora, para estas você vai ter que agendar meios para transporta-lo.

Em São Petersburgo :

1 – Palácio de Inverno – Museu Hermitage.

Abriga uma das maiores coleções de arte do mundo, tudo começou com Catarina, a grande, teve algumas perdas no período soviético mas a coleção é  fantástica. Você ainda pode visitar muitos apartamentos reais e salas de recepção, salões de festas, os guias adoram dizer que mesmo que você olhasse poucos segundo para cada peça da coleção precisaria de mais de 30 anos para ver tudo. Como ninguém tem intenção de ver tudo, acho que 3horas dentro de um museu é o tempo limite, para qualquer museu, depois disso nosso cérebro já nao registra mais nada.

O palácio de inverno, as margens do rio Neva, onde fica o museu mais famoso da Rússia – o Hermitage

A coleção do Hermitage foi iniciada por Catarina, a grande em 1764, e foi aberto ao público em 1852. Tem perto de 3 milhões de ítens.

Muitas salas para você explorar

Não deixe de conhecer a loja, ou melhor, megastore(!) do museu pois ali você encontra coisas que só vi lá, como lenços de seda com a estampa dos famosos ovos Fabergé.

2 – A Igreja do Salvador do sangue derramado

Esta igreja não é tão antiga quando faz parecer, mas foi construida no estilo das antigas igrejas russas, para aqueles que não conhecem as igrejas ortodoxas russas, este é um exemplo magnifico. Elas tem um lay out totalmente diferente das igrejas católicas em forma de cruz latina, elas tem o formato da cruz grega, ou seja todos os lados são iguias. As paredes são cobertas de mosaicos lindíssimos, absolutamente toda decorada, o resultado é emocionante.

A igreja foi construida no local onde o Czar Alexandre II foi mortalmente ferido  em um atentado no ano de 1881.

O interior é belíssimo, toda em mosaicos com pinturas desenhados por grandes artistas russos

Este querubim é de autoria de Vitor Vasnetsov

3 – Fortaleza de São Pedro e São Paulo

Aqui foi o lugar onde as bases da cidade foram lançadas em 1703. A fortaleza fica na ilha de Vasilievsky, onde depois de cruzar uma das inúmeras pontes, você tem uma vista linda do Palácio de inverno e do rio Neva. O destaque desta visita é a igreja que foi recentemente restaurada e é belíssima, além de conter todos os mausoléus dos Czares russos e mais recentemente de toda a familia Romanov, a última a reinar sobre a Russia antes da ascenção dos Bolcheviques.

A Fortaleza vista do Palácio de inverno.

O interior da igreja recém restaurada é lindo, e é aqui o mausoléu dos grandes czares russos e + recentemente da familia Romanov.

4 – Palácio Yusupov

Se você tem curiosidade de ver o luxo e opulência que vivia a nobreza russa, este palácio é um dos melhores exemplos. A familia Yusupov era mais poderosa e rica do que o próprio Czar Nicolau II Romanov. o Prícipe Felix Yusupov II, se tornou célebre por seu envolvimento no assassinato de Rasputin, aqui mesmo neste palácio. vale a pena a visita é um palacete que conserva muito do seu mobiliário original, sala de jogos, banya (sauna) em estilo oriental e a grande pérola – seu teatro privado.

Teatro privado do palacete de uma  das familias mais ricas e influentes da Rússia czarista.

Apartamentos privados como se o principe tivesse dado uma saidinha…

5 – Museu Russo –

Arte ocidental você tem muitas opções de ver em todas as grandes cidades europeias, mas arte genuinamente russa está concentrada principalmente em 2 museus na Rússia. Em São Petersburgo no Museu russo e em Moscou na Galeria Tretyacov, eu  diria que um deles é absolutamente imperdível. Veja em qual das cidades, está com algum tempo sobrando para encaixar este museu, seja aqui ou em Moscou. O museu é organizado cronologicamente começando pelos ícones bizantinos, passando pela arte dos artistas itinerantes do século XIX como Repin e Nesterov até as vanguardas russas de Malevich, Larionov e Goncharova.

Palácio Mikhailovsky, que abriga hoje o Museu Russo

Onde você poderá observar obras seminais da arte russa, como esta aqui de Kazimit Malevich

Eu listei minhas TOP cinco atrações em St Petersburgo, mas dependendo do tempo que você tiver tem muitas outras coisas interessantes:

Catedral St Isaac –

Teatro Mariinsky – ex Kirov

Museu da poetisa Anna Akhmatova – Fica no Palácio Sheremetev, é muito interessante se você tem interesse de saber como funcionavam os apartamentos comunitário no tempo do regime soviético.

Casa museu do escritor Dostoievsky

Jardins de Verão – São lindos, é um ótimo passeio para dar um tempo da cidade, o lugar é lindo. Mas só no verão é claro!

Outro na categoria de imperdível é fazer o passeio de barco pelos canais da cidade, você vai ter outro ponto de vista. E vamos combinar que depois de muito caminhar é ótimo ficar sentadinho só vendo as coisas desfilarem diante dos nossos olhos. tem saidas em vários pontaos da cidade, um fica no canal Griboedov, bem pertinho da Igreja do Salvador do sangue derramado.

Por hoje é isto pessoal, no próximo post vou dar as dicas de bares e restaurantes descolados de São Peters!!

 

«

»

Deixe-nos seu comentário!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Captcha *

Siga-nos no Instagram

  • .O que Monet considerou sua maior obra de arte? Não seus montes de feno, nem seus álamos; não suas famosas marinhas do arco de pedra em Etretat, não seus campos de papoulas; nem mesmo suas pinturas de nenúfares. . Mas o seu jardim em Giverny - a área de cinco acres da zona rural da Normandia que ele alugou pela primeira vez em 1883 e mais tarde comprou, juntamente com a casa com telhados de ardósia e com varanda e uma vasta cozinha onde recebia seus amigos artistas. .Pois Monet não era apenas um grande pintor, mas também um horticultor experiente. Quando sua situação financeira permitiu chegou a ter até oito jardineiros, ele passou os 40 anos seguintes plantando e replantando, derrubando árvores, limpando arbustos e desviando o rio para formar sua lagoa de lírios. .Esses nenúfares, flutuando serenamente em suas últimas telas monumentais, não são flores aleatórias, mas resultado da dedicação do artista. .Giverny estava florescendo no exato momento em que o impressionismo começou a dar lugar ao modernismo. Matisse, Renoir, Bonnard e muitos outros vieram aqui visitar Monet e mergulhar em sua obra final. .Os visitantes de hoje anseiam por uma experiência semelhante, se impactar com o magnifico jardim criado por Monet.
Na década de setenta Giverny caiu em negligência, as margens estavam cobertas de mato, a lagoa estava abandonada, as pontes podres e o espírito do lugar estrangulado por ervas daninhas. 
O que vemos  hoje é uma restauração impressionante baseada nas estruturas subjacentes, memórias, fotografias e, é claro, nas pinturas: de 1900 até sua morte em 1926, o jardim, e especialmente a lagoa dos lírios, era o único assunto de Monet.
Giverny fica perto de Paris, você pode fazer um bate e volta no mesmo dia.
.
.
.
.
#frança #Giverny #normandia #impressionismo #monet jardins #arte #viajandocomarte  #travel #traveling #travelgram #instatravel #summer #summertravel #bloggervibes #traveller #travelblog #travelpic #mood #travelholic #travelphotography #traveldiary #traveldiaries  #wanderlust #happy #travelgirl #photography
  • Birmânia é uma denominação mítica, um lugar que evoca imagens de um país que hoje é chamado de Myanmar mas que guarda intocadas suas tradições.
Bagan é o elo perdido do país, oferece forte espiritualidade num clima bucólico e campestre onde se espalham seus mais de 3 mil templos e Pagodas. 
Com um povo amável e receptivo , o hotel Aureum Palace está localizado em meio aos templos e foi a nossa escolha para a viagem Myanmar Experience em novembro/2020
@aureumpalacehotels 
@portobrasilviagens .
.
.
#aureumpalace #bagan #myanmar #birmania #viajandocomarte #portobrasilviagens #viagensemgrupo #wanderlust #travel
  • Real Gabinete Português de Leitura foi eleito em 2014 a quarta biblioteca mais bonita do mundo e tem sua fachada inspirada no monumental Mosteiro dos Jerônimos, em Lisboa – feita com pedras trazidas de navio de Portugal para o Rio – e, como muitos dos prédios mais antigos do centro do Rio, tudo em sua arquitetura lembra Portugal – foi aqui, afinal, que a corte portuguesa desembarcou em massa para fugir de Napoleão, em 1808, com cerca de 15 mil pessoas 
No número 30 de uma rua apropriadamente batizada de Luis de Camões, a cidade se encontra com aquilo de mais rico que a humanidade pode possuir – literal e simbolicamente. Um dos mais icônicos edifícios da cidade, o Real Gabinete Português de Leitura, como uma das joias da coleção de prédios antigos do centro, contrasta em absoluto com a deselegância das novas construções, a sujeira e a pobreza que também compõe hoje o ecossistema da cidade. Quando se entra nele, porém, tudo se transforma, como o lugar mágico que é.
Não por acaso, as cinco primeiras sessões oficiais da Academia Brasileira de Letras, fundada por Machado de Assis, foram realizados no Real Gabinete. Além de possuir o maior acervo de obras portuguesas fora de Portugal – e uma extensa coleção de livros raros – o local é, por dentro, ainda mais espetacular e belo do que por fora; é, portanto, um cenário perfeito para uma imersão literária.
.
.
.
#riodejaneiro #realgabineteportuguesdeleitura #biblioteca #riocentro #viagem #wanderlust #trip #besttrip #viajandocomarte #cultura
  • Marrocos é o tipo de lugar que você visita uma vez - e imediatamente sabe que estará de volta. É um lugar que tem tudo para impactar: pode ser a maneira como Marrakech, a Cidade Vermelha, brilha quando o sol nasce, ou quão inebriante é assistir a mágicos e contadores de histórias circularem pela Praça Jemaa el-Fna à medida que o mesmo sol se põe. A emoção de pechinchar por tapetes  e bugigangas de cobre dentro do  labirinto da medina de Fez. 
Ou talvez seja essa visão da Espanha, clara em todo o Mediterrâneo, enquanto você toma um chá no Café Hafa em Tânger (foi isso que fez o retorno de William S. Burroughs décadas atrás. Isso, ou o haxixe...). Nós somos viciados em sentir como se tivéssemos escapado para algum lugar completamente diferente, onde você dorme dentro de riads luxuosos. Aventure-se no deserto, admire montes de especiarias nos mercados que você sabe que nunca estariam em um cardápio de volta para casa. Então você percebe - que  não está tão longe assim. Que para chegar neste país árabe-berbere, na ponta da África, leva o mesmo tempo que leva para chegar à Paris.
E de repente, voltar não parece ser tão longe assim.
.
.
.
.
#marrocos #djeemaelfna #marrakesh #fez #souk #medina #viajandocomarte  #travel #traveling #travelgram #instatravel #summer #summertravel #bloggervibes #traveller #travelblog #travelpic #mood #travelholic #travelphotography #traveldiary #traveldiaries  #wanderlust #happy #travelgirl #photography
  • Um dos bairros mais charmosos da capital italiana é o Trastevere, que tem esse nome derivado do latim trans Tiberim, ou além do Tibre - o rio separa a região do centro histórico de Roma.
Passear sem pressa pelas ruas do bairro é uma delicia.Não perca a Piazza di Santa Maria in Trastevere, com uma bela fonte no centro, e a igreja de Santa Maria in Trastevere, com fachada de mosaicos.
.
.
.
.
.
#italia #trastevere #roma #trattoria #viajandocomarte  #travel #traveling #travelgram #instatravel #summer #summertravel #bloggervibes #traveller #travelblog #travelpic #mood #travelholic #travelphotography #traveldiary #traveldiaries  #wanderlust #happy #travelgirl #photography
  • Jaipur é meio caótica  e o  Hotel Rambagh Palace  é uma reserva de paz em jardins em meio ao centro da cidade, com a graça de Shiva. “Jóia de Jaipur”, a “Cidade Rosa” , o hotel mantém as melhores tradições da hospitalidade com seus quartos decorados em estilo típico, corredores de mármore e majestosos jardins ecoam com a história e com lendas românticas.

Convertido em hotel de luxo em 1957, o palácio de 1835 foi residência do Marajá Man Singh II e suas três mulheres. A terceira, a linda e glamurosa Maharani Gayatri Devi, costumava dar suas braçadas na piscina coberta art déco do hotel e ostentava nas rodas europeias o diamante que entrou no Guinness Book como o mais caro do mundo. O tal do Marajá era um aficionado do Polo e acabou morrendo em campo aos 58 anos. No clássico Polo Bar, entre um e outro dry martini, é possível ver fotos das partidas do Marajá, objetos ligados ao esporte dos reis e reproduções dos troféus. Mas nos imensos jardins que cercam o palácio é mais provável que se veja uma variação deste esporte que virou paixão no Rajastão de hoje: Polo sobre elefantes.
Hotel escolhido em Jaipur para o grupo Índia Inspiratons/ março 2020.
📷travellermade
.
.
.
.
#india #jaipur #rambaghpalace #indiainspirations #viajandocomarte  #travel #traveling #travelgram #instatravel #summer #summertravel #bloggervibes #traveller #travelblog #travelpic #mood #travelholic #travelphotography #traveldiary #traveldiaries  #wanderlust #happy #travelgirl #photography #luxuryhotels #hoteisdeluxo
  • O muro de Berlim foi construído em agosto de 1961, mais precisamente na madrugada do dia 13 (número sempre pouco auspicioso) quando barreiras foram erguidas às pressas enquanto os moradores de ambos os lados dormiam. No dia seguinte os habitantes da cidade observaram atônitos a construção de barreiras, operários construindo um alto muro, o sistema de transporte público que circulava livremente entre Berlin oriental e ocidental sendo cortado e as pessoas sendo obrigadas a descer no trem naquele que antes era o meio do percurso para vários cidadãos que moravam de um lado e trabalhava no outro lado da cidade dividida. A população chocada não podia acreditar que a situação que já estava difícil poderia se tornar ainda pior e o que ninguém poderia supor nem no seu pior pesadelo é que esta separação duraria 28 longos anos.
.
.
.
.
#alemanha #berlinwall #murodeberlin #berlin #viajandocomarte  #travel #traveling #travelgram #instatravel #summer #summertravel #bloggervibes #traveller #travelblog #travelpic #mood #travelholic #travelphotography #traveldiary #traveldiaries  #wanderlust #happy #travelgirl #photography
  • Sobrevoando a Capadócia de balão.
Lembro que foi uma das sensações mais especiais que vivemos na Turquia. O balão foi levantando com o sol e quando ele atinge uma certa altura tudo é silencio e deslumbramento, não só pela beleza monocromática da topografia do lugar, mas porque junto com o nosso levantaram cerca de 60 outros balões coloridos tornando aquele cenário surreal.
Andar de balão na Capadócia pode parecer óbvio, mas é muito mais do que isso, é uma experiência única.
E não precisa ter medo eles são muito profissionais, cedinho medem os ventos e sobem com total segurança, muitas vezes pousam direto na parte traseira das pick ups.
.
.
.
.
.
Turquia #capadocia #goreme #balao #airbaloon #viajandocomarte  #travel #traveling #travelgram #instatravel #summer #summertravel #bloggervibes #traveller #travelblog #travelpic #mood #travelholic #travelphotography #traveldiary #traveldiaries  #wanderlust #happy #travelgirl #photography