TOP
72542209_2738006412877163_1068672800518045696_n
Aventura Bicicleta Ecoturismo Eslovênia Europa Roteiros sob medida Sem categoria trilhas Variedades viagem de carro

Eslovênia , o coração desconhecido da Europa

Com a ideia de buscar  um país na Europa fora do caminho mais comum mas que possibilitasse uma viagem independente de um casal , que aliasse gastronomia e boa infraestrutura com bom preço!  Um  lugar tranquilo onde a natureza preservada oferece opções de trilhas e passeios ao ar livre , que seja ao mesmo tempo inesperado e próximo de outros destinos mais conhecidos.

70578063_143561110246989_8108250280410844683_n

Rio Soka em Kobarid

Assim surgiu à Eslovênia no nosso horizonte.

Capturar

No embarque pela Air France no Brasil (Liubliana só tem voo por Paris), o estranhamento da atendente foi sintomático, não conseguia nem pronunciar o nome da capital da Eslovênia.

72469439_2733895539954917_7810376132032724992_n

O desenvolvimento é uma busca , mas com elegância! Isto significa que querem ser um país onde a qualidade seja um um bem natural e o caminho para isto é a cultura.
A Eslovênia situa-se num cruzamento multicultural, onde encontram-se influências germânica, eslava e italiana.
Um país jovem, pequeno e com uma população de 2 milhões de habitantes, mas com grandes aspirações e conquistas.

São receptivos sem ser efusivos.

71391619_2737186759625795_6115795342286913536_n

Um pouco de história.
A Eslovênia já foi romana, resistiu aos bárbaros Francos, fez parte da República de Veneza e do Império Habsburgo austríaco. Depois da II Guerra ficou do lado da cortina de Ferro sob o domínio da URSS como parte da antiga Iugoslavia, um pequeno país ao norte da região dos Bálcãs que faz fronteira com a Áustria, Itália e Croácia ao sul.
É independente desde 1991 , no início da guerra contra a Sérvia que desejava manter a hegemonia com o fim da Iugoslavia.

71673597_1428515493972651_7724659435331544222_n(1)

Ruas de Luibliana

Na Eslovênia nada é em excesso, tudo na medida da necessidade! Eles são um dos povos mais ecológicos do mundo e o excesso desgasta.
Um lugar para visitar sem pressa e sem muito compromisso, slow trip das boas.

72400458_2734015246609613_2055675612491677696_n

Kanal Village

Vamos a algumas curiosidades sobre um dos países mais ecológicos do mundo.
– Mais da metade do país é protegido como parque nacional.
– Os eslovenos são aficionados por esportes junto à natureza, como ciclismo, montanhismo e rafting.
– Eles amam abelhas , a apicultura é quase uma religião.
– São dos povos mais pacíficos e tranquilos do mundo.
– Sua língua é impronunciável mas quase todo mundo fala inglês e muitos falam italiano.
– A capital Liubliana é uma cidade menor do que um bairro de São Paulo
– Possui um dos menores litorais do mundo, somente 40 quilômetros
– E a estação de esqui mais barata da Europa Granjska Gora
– fumam muito

72924382_3100789343329022_2692226775492067328_n

Saindo da capital Liubliana, chegamos ao litoral do Mar Adriático em uma hora, ou ao maior parque nacional, o Triglav no mesmo tempo.
Liubliana tem ares de cidade do interior, seu castelo na encosta da montanha faz sua aparência medieval ser predominante, mas a influência de outros estilos como o barroco e o modernismo (art nouveau) são notáveis.

71851057_2724072794270525_8506042980082122752_n

Castelo de Luibliana

A caminhada do Tivoli Park até o castelo é curta mas rica em beleza e história.
O país entrou na UE em 2004 mas ainda é uma ilustre novidade na Comunidade, com preços muito mais convidativos.

71153734_2724027450941726_3687526291755499520_n

 

71479302_2725968180747653_264072009745432576_n

Telhados da capital

Saindo de Liubliana para o Sul passamos pela região de Karst, que acabou nomeando qualquer uma das formações cársticas no mundo. Isto é, onde as pedras são mais macias e se proliferam as grutas como em Halong Bay no Vietnã ou Guilin na China.

73415955_3100784103329546_8753269354998530048_n

Castelo de Predjama

O Castelo de Predjama é único pela sua localização numa fenda de rocha. Medieval em sua história meio Robin Hood esloveno, mantém mobiliário e um pouco das características mais tradicionais da época. 

71587360_2727389283938876_8552840896494698496_n

Interior do Castelo de Predjama

71189982_2727389270605544_8231052858527580160_n

A Caverna Skocjan é impressionante! Um complexo de 5.800 metros embaixo da terra, um cânion subterrâneo com ponte a 45 metros de altura. Não sou de me impressionar com números, mas estes são fora de série. Uma caminhada sempre acompanhada por guia que leva as profundezas da terra.

61fd8140-d419-445d-a283-b9f81721c6c9

Caverna Skocjan

O litoral ,  um pequeno notável!

73057494_3100786753329281_8569676893417111552_n

Izola

As Cidades de Piran e Izola tem um astral italiano, centros super preservados e praias de pedrinhas e águas transparentes e calmas.

71498792_2729960440348427_7055259832730779648_nPiran 

Koper é o maior porto e mesmo em suas cercanias se vê plantações de vinhas e oliveiras.
Portoroz é a única praia com cara de balneário moderno. Edifícios e uma enorme marina compõe a paisagem.
Só para lembrar, são 40km de litoral e do outro lado está a Itália ao norte e a Croácia ao sul.

74664583_3100786743329282_7711908556458426368_n

 Piran

Voltando para o interior, subimos os Alpes Julianos, para mim o visual mais encantador.

71314349_2735811346430003_3894636486716293120_n

Rio Soka em Kobarid

Nas montanhas um incontável número de igrejas enfeitam a paisagem com suas torres. São 2.850 igrejas, uma para cada 700 habitantes.

Os eslovenos são em sua maioria católicos, mas encontramos algumas igrejas ortodoxas em função da proximidade com a Sérvia. 

71833113_2733895656621572_5340792859073183744_n

O Rio Soka é o mais verde e limpo dos rios dos Alpes Julianos. Desce das geleiras passando por cidades graciosas como Bovec, Kobarid e Tolmin. Em cada uma uma série de cânions e cachoeiras valem a visita. No verão deve ser uma delícia compor a viagem com trilhas e banhos de cachoeira. 

75473966_3100789319995691_4005652208677814272_n

Vista dos Chalets Nebesa

Nas montanhas de Kobarid uma surpresa em forma de hotel. Os Chalets Nebesa, que quer dizer paraíso e a ele se assemelha. Bom gosto , conforto ao máximo e a mais linda paisagem que se pode sonhar. Um hotel para ficar eternamente na memória.

71594755_2733896219954849_7564999505041424384_n

Chalets Nebesa

Entre Bovec e Granjska Gora, a mais famosa estação de esqui do país, passa uma das estradas mais espetaculares que já cruzei. Só vendo para crer.
No meio do caminho está o passo de Vrsic com 1611m, pegamos a primeira neve do ano em início de outubro e a paisagem começando a ficar amarela de outono. Por todo lugar frutas nas árvores e simplicidade no ar.

70504663_2490129507891550_8396992431305457249_n

Mas à Eslovénia não é uma viagem só de natureza e contemplação!
Uma parte importante da história da I Guerra Mundial se passou por aqui.
A Batalha de Caporetto aconteceu de 24 de outubro a 9 de novembro de 1917, no local próximo a atual localidade de Kobarid (Caporetto em italiano, Karfreit em alemão), no noroeste da Eslovênia.

 

71590028_2735941239750347_3129399603787464704_n

Confrontaram-se os exércitos do Império Austro-Húngaro ( a Eslovénia pertencia ao Império Habsburgo nesta época ) e de seus aliados alemães contra os do Reino de Itália.
Pois nas montanhas de Kobarid estão preservadas como um museu vivo as trincheiras usadas pelos exércitos numa guerra que nesta região durou de 1915 -17 , onde passada a febre inicial da euforia patriótica, os soldados foram submetidos a lutar , enfiados em labirintos de lama, nauseabundos e tifosos, em razão dos generais e dos políticos lhes prometerem que aquela seria a “última das guerras”.
Incrível poder andar pelas trincheiras numa paisagem estonteante e sem nenhum outra turista.

72739543_2735941393083665_4665223180909019136_n
Na cidade de Kobarid um memorial lembra 7 mil soldados italianos mortos nesta , que não foi a última das guerras.

71655199_2735941509750320_5328138639878651904_n

Um pouco da característica do povo! Easygoing e confiante. 
Na reserva do hotel dizia não aceitar cartão somente cásh. Não lemos, é claro e na hora do check out
Faltou dinheiro e estávamos há pelo menos 15km do caixa eletrônico mais próximo. Solução óbvia para eles, nos deram um envelope com o endereço do hotel escrito, para colocarmos o dinheiro e enviar pelo correio, sem nenhuma garantia maior do que um sorriso e um aperto de mão.

71740705_2738879762789828_1715925686285238272_n

Se gabam do vinho, mas neste quesito estão à léguas do pior vinho italiano! E a comida, tem forte influência austríaca, trazida pelo domínio Habsburgo ,com salsicha e schnitzel como prato principal e apfelstrudel como sobremesa.

Uma das delícias locais são os queijos, cada região tem a sua especialidade. Para mim o cottage foi dos melhores que já comi.
Mas na atualidade a valorização do que é produzido localmente é a tônica, cada restaurante procura oferecer o que é feito em “casa” como um diferencial muito importante. Novos tempos, lembro muito claramente quando só era valorizado o produto “importado”.

71689805_2735941366417001_124170369270546432_n

Nos lagos está a região mais turística do pais. Acho que Bled é a unica palavra que as pessoas associam quando pensam em Eslovênia. Com seu castelo em meio as águas transparantes e um local de veraneio e contemplação.

71753810_2738879606123177_8209271846713950208_n

 

Mas para além da pequena e charmosa cidade de Bled  está o lago Bohini , maior e mais agreste. Por aqui uma delícia é um passeio de bicicleta pela planície e suas queridas cidades onde eu acredito que exista um campeonato para ver qual a janela mais florida. Nunca vi nada igual. 

71771170_2738879716123166_6135478924001411072_n

71751168_2737186656292472_2035340531483017216_n

Uma viagem para fazer sem pressa e sem compromisso, não tem pontos turísticos para ticar , ótima para alugar um carro e seguir bem acompanhado. É um destino romântico e tranquilo.
Mas aproveite e vá logo, porque não vai demorar muito a ser descoberto!
E não conte pra ninguém!

«

»

2 COMENTÁRIOS
  • Elisa Houaiss
    4 semanas atrás

    Adorei a viagem a Eslovênia
    Vcs pretendem repetir?

    • Mylene
      3 semanas atrás
      AUTHOR

      Ola Elisa,
      Obrigada pela sua mensagem.
      Esta viagem é uma sugestão para viagem independente.
      Não foi organizada pelo viajando com arte, pois não acho que seja um destino muito apropriado para viagens em grupo.
      Se precisares de ajuda para montar um roteiro individual estou a disposição
      Abraço
      Mylene

Deixe-nos seu comentário!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Captcha *

Siga-nos do INSTAGRAM