TOP
EA0624E4-6FD4-42AD-B0CB-0BDDA1D94749
America do sul Aventura Bicicleta Brasil cultura Ecoturismo Rio Grande do Sul Sem categoria Travel experience Vale dos Vinhedos Variedades

Experiência de “pisa da uva” e bicicletada no Vale dos Vinhedos

Os destinos turísticos estão por toda a parte! Mas todo mundo sabe que a diferença está nos detalhes.
Nossa missão no Viajando com Arte é encontrar a experiência mais autêntica , a aventura mais emocionante e também o melhor ângulo para a foto do Instagram!

Fizemos um programa completo na Serra Gaúcha , cheio de experiências diferentes e muito legais. O Vale dos Vinhedos é incrível no verão .

IMG_5556 

IMG_0970

Vinícola Miolo

A paisagem fica verdejante , por todos os lados parreirais e muitas opções de degustação em vinícolas. Mas nossa pegada é mais esportiva e menos gastronômica, e então optei por um dia de bicicleta e uma cantina/vinícola pequena para a experiência da colheita e pisa da uva.

IMG_1180

Chegamos na quinta-feira à noite e fomos direto para o que seria a grande surpresa gastronômica do fim de semana, o restaurante Valle Rústico na Estrada do Sabor,  em direção a Garibaldi . Um espetáculo de criatividade num menu degustação somente com produtos locais. Indico e reforço , atendimento correto e comida deliciosa num ambiente rústico mas de muito bom gosto.

IMG_5542

IMG_0953

Restaurante Valle Rústico 

Imprescindível reserva,  o restaurante estava cheio nas duas ocasiões que fui, mas mesmo quando não fizemos nos colocaram numa mesa na varanda e foram atenciosos e impecáveis no serviço.

No fim de tarde ainda conseguimos ver o por do sol em Monte Belo , uma cidadezinha de 2 mil habitantes no alto da colina! Quase um cenário de novela da seis.

IMG_5516 

Monte Belo do Sul

IMG_0950

No dia seguinte começamos com um passeio mais turístico , visitamos Garibaldi , que para mim é a cidade mais bonitinha da região.

IMG_1002

IMG_1004

À tarde a experiência da vindima propriamente dita na pequena Vinícola Cainelli. Esta possibilidade é oferecida em várias vinícolas locais, mas minha escolha foi algo mais familiar e autêntico. Acho que acertei na mosca. Desde a emoção da Bete contando a história da família, que se mistura à imigração italiana no Rio Grande do Sul, até o bom humor e alegria dos velhinhos que trabalham nos parreirais. 

IMG_1017

IMG_1022

O Antigo casarão da família virou museu!

Partimos do casarão para colher a uva numa caminhada curta e acompanhados por um grupo de senhoras com gaitas e cantando musicas italianas. Me transportei para uma Itália que já não existe mais no continente europeu , de colonização e genuíno orgulho pela tradição . Emocionante. https://www.vinicolacainelli.com/ 

IMG_1183

IMG_5506 

Era um grupo grande de turistas e logo uma grande mesa foi posta embaixo do parreiral : cucas, suco de uva, salame e queijo, os grostoli (as famosas calças-viradas) e muita polenta brustolada na hora.

Regado a vinho e música:

“Quando si taia la bela polenta, 
la bela polenta si taia così, 
si pianta così, la cresce così, 
fiorisce così, si smissia così”

Lindo e divertido demais. Chamam de Merendim! Só não da para esquecer o repelente!

IMG_1081

IMG_1066

Voltamos em cima dos pequenos tratores até o casarão, onde as tinas esperavam a uva recém colhida para a cerimônia da pisa, primeiro passo (assim mesmo) no processo de fabricação do vinho . Um experiência imperdível que vai até o início de março , ou enquanto tiver uva no parreiral!

IMG_1097

Para quem vai no meio da semana a experiência pode ser feita numa vinícola menor e de forma privada. A Vinícola Cristófoli organiza tours simpáticos com visita ao parreiral orgânico da Casa Adesso, logo em frente. Experimentar os diversos tipos de uva , colhidas no pé e depois fazer a pisa, foi muito gostoso e artesanal.

CQFD2167

  https://www.vinhoscristofoli.com.br/

IMG_5505 

Casa Adesso

Pensar na pisa da uva como uma experiência é bacana!

Mas imaginar este trabalho sendo feito para a produção de vinho é uma coisa meio surreal, e por aqui a gente tem esta sensação de ser transportado para uma época em que a vida era muito dura e a produção totalmente manual. O dialeto e o sotaque das pessoas nos remete a um Brasil de gente desbravadora , que se lançou numa viagem sem volta e que tem as raízes distantes.  

 IMG_5491 

IMG_5466 

Para o dia seguinte uma atividade verdadeiramente radical, mas não menos emocionante. Só precisa de um pouco mais de preparo físico.

Uma bicicletada pelo Vale do Vinhedos oferecida pelo Dall´Onder Hotel de Bento Gonçalves, no programa de bike. https://www.dallonder.com.br/cicloturismo

f2110b2d-3be7-4f0c-9f04-1e7eff3cfc96

São várias opções de roteiro : Caminho das Pedras, Estrada do Sabor ou Vale dos Vinhedos, em programas de 4h a 8h de duração. Optamos pelo Vale dos Vinhedos e Estrada do Sabor de 4h , em dois dias diferentes.

Muitos parreirais com roseiras nas encostas, capelinhas religiosas , restaurantes nas residencias típicas, algumas estradinhas de chão batido e muitas colinas, afinal estamos na Toscana brasileira, não tem escapatória.

IMG_1137

Os dois roteiros são semelhantes , inclusive encontram-se em algumas partes. Acho que a escolha foi ideal. Nos disseram que o Caminho de Pedras é mais fácil de pedalar e o Vale do Rio das Antas é o mais puxado e roots. Vai ficar para a próxima!

IMG_5565

O Vale dos Vinhedos foi nossa escolha na primeira vez. Típico e lindo caminho.

IMG_1143

Os guias super experientes e atenciosos, deram as dicas e o segredo! Caso ficasse muito difícil tinha a opção de bicicleta elétrica para as subidas mais íngremes. Além disto o carro de apoio segue todo o tempo bem pertinho , com provisão de água, sucos e frutas e o plano B para os mais sedentários.

IMG_5561 (2) 

Tudo perfeito , no roteiro do Vale dos Vinhedos,  o picnic final foi na premiada Vinícola Pizzato . Já no roteiro da Estrada do sabor , foi mais natural , na entrada da gruta da santinha, um lindo lugar!

Sempre montado pelo pessoal da Que tal de Bike.

IMG_5652

O programa completo foi mais do que perfeito, digno de constar como uma das experiências legais  para um fim de semana em qualquer lugar do mundo,  e ainda ficamos com créditos para o tradicional galeto no almoço.

Para continuar a experiência na Serra Gaúcha

Gramado e Canela nas 4 Estações

 

«

»

Deixe-nos seu comentário!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Captcha *

Siga-nos do INSTAGRAM