TOP
bassin-de-lumière-1300x521
cultura Dordonha ou Perigord Europa França Museus e Exposições Variedades

Les Bassins de Lumières em Bordeaux – Você vai amar este lugar.

 

bassin-de-lumière-2 

 

O maior centro de arte digital do mundo está abrindo dentro de uma base submarina da Segunda Guerra Mundial na França. Um ex-bunker em Bordeaux está sendo transformado em um espaço permanente para exposições, com instalações de arte digital nas paredes do local e refletido na água de suas enormes lagoas.

Como centro importante de produção de vinhos tops da França e uma das poucas áreas urbanas históricas a serem reconhecidas como Patrimônio Mundial da UNESCO, Bordeaux já é um destino incrível.

Com a abertura deste espaço dedicado a instalações de arte digital, você terá que colocar Bordeaux no seu roteiro. Les Bassins de Lumières (As Lagoas das Luzes) serão abrigados em um bunker de concreto construído em 1943 pelos militares alemães que ocupam Bordeaux; usou a estrutura para armazenar uma frota submarina compartilhada com a Itália durante a guerra.

Dentro do espaço transformado, que está programado para abrir em 17 de abril de 2020, os visitantes atravessarão passarelas (passagens estreitas) acima de quatro lagoas de 40 pés de profundidade na antiga base submarina, cada uma das quais medindo aproximadamente 360 pés de comprimento – o comprimento de um campo de futebol americano.

Instalações digitais imersivas dominam as paredes imponentes do edifício histórico, com obras de arte refletindo a água em suas enormes bacias, ou “lagoas”. Os mentores por trás da revisão dessa estrutura histórica em Bordeaux – que, quando for inaugurada, será o maior centro de arte digital do mundo – é o museu e o estúdio de exibição de exposições da França, conhecidos com Culturespaces.

bassin 3

Da mesma forma, o centro de arte digital de Bordeaux exibirá projeção de alta tecnologia de obras de artistas influentes: suas exibições de abertura se concentrarão em Gustav Klimt, o pintor vienense do final do século 19 que liderou a Secessão de Viena, e Paul Klee, um artista suíço alemão que lecionou na famosa instituição de arte Bauhaus e era conhecido por suas representações de expressionismo, cubismo e surrealismo. (Ambas as exposições ocorrerão até 31 de dezembro de 2020.)

No entanto, as exposições Les Bassins de Lumières – que a equipe do Culturespaces diz que rodarão a cada ano – serão exibidas em uma superfície cinco vezes maior que a do Atelier des Lumières em Paris.

«

»

Deixe-nos seu comentário!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Captcha *

Siga-nos do INSTAGRAM