TOP
IMG_3660
Europa França Museus e Exposições Paris

Paris na Primavera – tempo de sonhar

IMG_3636

Ano passado passei uns dias em Paris na primavera, 5 dias na verdade. Você não imagina tudo o que dá para fazer em 5 dias! Eu já conheço Paris, então todos aqueles lugares obrigatórios estavam fora da lista e rendeu muuuito!

Tenho gostado muito de ficar na região do Canal Saint Martin, é uma região que atrai cada vez mais gente jovem, artistas, descolados em geral, e acredite, não é mega turística, a gente pode até se sentir um local por uns dias.

Canal San Martin

IMG_3577

 

IMG_3538

Fiquei num Hotel/Hostel Absolut  uma combinação dos dois, tem quartos coletivos com banheiro compartilhado, mas tem suítes com banheiro privado, é muito simpático, WIFI free,café da manhã, ensolarado e super bem localizado, foi todo reformado há 2 anos por 100 euros a diária.

Para você ver a “cara” do Hotel/Hostel Absolute.

139880395

222549035

Com esta vista da janela!! :)

IMG_3979

Se você quiser conferir aqui vai o link:  http://www.absolute-paris.com/

Cheguei em Paris num dia ensolarado de primavera, eles já estavam com o horário de verão, então imagina você tem até as 10h da noite para desfrutar da luz do dia. Depois de instalada no Absolute, fomos dar uma caminhada nas margens do Canal Saint Martin, que estava cheia de gente fazendo piquenique, happy hour, o maior astral bom, depois de um longo inverno tudo o que eles querem é um pouco de sol e ar livre.

À tardinha as margens ficam apinhadas de gente que vem curtir o final de tarde e fazer um happy hour.

Pois para a gente curtir o melhor da cidade não precisa muito, basta caminhar, flanar, sentar num café e ficar observando a vida passar, desta maneira parei na frente do Chez Maurice e literalmente abri os trabalhos, aproveitei o calor de 26 graus para tomar vinho rose, que eu adoro, mais uma salada de salmão defumado com precinho muito camarada 9,50 euros e pão francês, o que eu poderia pedir mais?

 

 

Paris na sua melhor versão

Se você gosta de produtos orgânicos, comidinhas naturais, sucos, etc vai adorar o Sol Semilla, um lugarzinho transadinho que serve todo este tipo de coisa Bio, conversei com os donos e eles são super seletivos compram tudo diretamente do produtor.

Restaurante e armazém vegetariano, super recomendado!

Aquela região , do Marais até o Museu George Pompidou, tem muitas coisas a serem exploradas, você parte da Place des Vosges e vai passando por muitas ruas interessantes como a Rua de Turenne, a Rua Montorgueil, e é claro passear na Rua Des Francs Bourgeois, cheia de lojas abertas aos domingos quando todo o resto em Paris fecha.

Place des Vosges

Inicio da Rue Des Francs Bourgeois

A Rue de Montorgueil é uma festa para os olhos, pois tem todas as especialidades de cozinha pra você escolher, peixarias, padarias, frutas, verduras, queijarias. A primavera é a estação dos arpargos e dos morangos, uma delicia!

Eu aproveitei para pedi-los pois são frescos e parecem uma manteiga!

 

Aproveitei para conhecer a região de Montmartre mais profundamente, aquele que foi residência de muitos artistas e ainda conserva um ar boêmio Virei fã de um serviço que está cada vez mais popular pelas cidades do mundo se chama Free Walking Tour, você joga lá no Google por exemplo – free Walking tour Paris, vão aparecer várias opções de passeios tipo “Paris dos Impressionistas ou Paris histórica, enfim o menu é grande, o serviço é feito por jovens guias, alguns estudantes de história, outros moradores dos bairros e conhecedores, e no final você dá uma gorjeta de acordo com a sua satisfação do tour, em média as pessoas dão 10 euros.

Pois eu escolhi fazer um tour por Montmartre e achava que conhecia tudo do bairro, não podia estar mais enganada.

Nos encontramos as 11hs na estação de metro Blanche, éramos umas 12 pessoas e começamos nosso passeio à pé pelo bairro e pelo tempo.

Nosso guia era ótimo e contou muitas histórias.

IMG_3666

Logo no inicio nos mostrou o café Le 2 Moulins, onde a personagem do filme Amelie Poulin trabalhava como garçonete.

IMG_3670

Aqui eu na Rue Lepic, onde Van Gogh morou por dois anos na casa se seu amado irmão Theo.

123

Mais para cima na mesma rua nos deparamos com o Moulin de La Galette, onde se promoviam muitos bailes ao ar livre e que Renoir retratou e tornou célebre na sua tela O baile do Moulin de la Galette.

17.32RenoirMoulin

 

images (3)

Para mim outra surpresa encontrar esta estátua do padroeiro de Paris, o mártir Saint Denis, forçado a negar a fé em Cristo, preferiu a morte. Saint Denis e dois discípulos foram levados para o alto de uma colina (local próximo da atual estação Abbesses do metrô) onde foram martirizados e decapitados. Por causa deste fato que marcou a história da cidade, esta colina passou a ser chamada de “Colina do Mártir”, em francês, Montmartre.

IMG_3752

 

Chegamos ao coração de Montmartre, a Place du Tertre , e ainda posso ver Modigliani, Picasso, Utrillo passeando por aqui e se dirigindo ao Lapin Agile, poucas quadras mais para baixo.

IMG_3715

Um dos mais famosos cabarés de Paris, os shows e a atmosfera do Au Lapin Agile e funciona até hoje.

13

Andando pelas ruelas do bairro.

12

Nosso tour só poderia terminar em um lugar – na frente da Basílica de Montmartre, foi muito legal, aprendi muitas coisas que nem imaginava, então fica a dica.

Outro dia saímos à pé do nosso hotel e fomos almoçar no Café Marly, um lugar que adoro voltar em Paris, sentar ali na sacada e fica admirando a pirâmide do Louvre e o movimento das pessoas me encanta, tomando um vinho rosé e saboreando as delicias leves de verão.

111


11 Capturar

 

A bien Tot!!

Endereços:

-Chez Maurice
26, Rue des Vinaigriers

-Sol Semilla

23, Rue des Vinaigriers

-Hotel Absolute

1, rue de la Fontaine au Roi

-Café Marly

93 Rue de Rivoli,

 

Se você quer viajar por Paris através do cinema aproveite nossa lista de filmes

 

«

»

Deixe-nos seu comentário!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Captcha *

Siga-nos do INSTAGRAM