TOP
re1
cultura Europa França Life Style Normandia praias Roteiros Viajando com Arte Travel experience viagem de carro

Viajando por uma das regiões mais lindas da França – Normandia

Em 2019 depois de fazermos Holanda e Bélgica no modelo Bike&Boat, parte do grupo foi passar uma temporada na região da Normandia, uma das regiões mais lindas da França, , sobretudo para fãs de história, esta viagem explora os eventos do Dia D, quando as tropas aliadas invadiram a costa para libertar a Europa da ocupação nazista. O litoral está repleto de memoriais, museus e cemitérios e é uma experiência fascinante.

Alugamos uma casa com ajuda da Flavia Santos, uma queridona, que já mora na França há muitos anos. O que tornou nosso roteiro pela Normandia ainda mais interessante foi que chegamos nos primeiros dias de junho mês de aniversário do desembarque das tropas aliadas na costa da Normandia, o dia oficial é 6 de junho, mas a semana inteira acontecem festividades e homenagens, muitos veteranos ( os sobreviventes, pois em 2019 o desembarque estava no seu 75  aniversário)

re4

Esta foi a nossa casa por uma semana em Port Bail, Normandia

re10

Um lugar para quem ama ostras e frutos do mar

re5

astral da vizinhança

Você já deve ter ouvido a história do Dia D muitas vezes antes, mas não há nada como ficar nas praias onde essa luta épica aconteceu, marcando o ponto de virada da Segunda Guerra Mundial. Existem várias rotas de direção sinalizadas em torno dos principais locais de batalha – procure as placas para “D-Day-Le Choc” nos setores americanos e “Overlord – L’Assaut” nos setores britânico e canadense. O posto de turismo publica um guia do visitante ebook gratuito com detalhes sobre cada uma das praias.

assault-troops-American-landing-craft-Normandy-Invasion-June-6-1944

tropas aliadas chegando na costa normanda

re6

 

paraquedista

Comemorações do 75 o aniversário dos aliados nas praias da Normandia, a foto é em Sainte Mère l’Eglise, reparem na torre da igreja um paraquedista pendurado, a cada ano eles recriam a história do paraquedista americano  John Steele,  que ficou preso na torre, sendo feito prisioneiro pelos alemães e resgatado posteriormente.

Eu pessoalmente me emociono cada vez que recordo estes acontecimentos, meu pai um italiano que lutou na guerra que desembarcou no Brasil em 1948 era um apaixonado pela história da segunda guerra, e fizemos juntos todo este roteiro pela Normandia, uma lembrança em particular me deixa o coração apertado, quando estávamos visitando o cemitério de  Colleville-sur-mer,( a cena que abre o filme o Resgate do soldado Ryan, se passa aqui) fica em um promontório acima de Omaha beach,  todos os dias as 17h pontualmente soam os clarinetes que quebram o silêncio do lugar para prestar homenagem ao sacrifício dos soldados que vieram aqui combater as forças do Eixo, é um momento  muito emocionante.

re7

Omaha Beach vista da Pont du Hoc onde os rangers americanos escalaram para chegar nos bunkers construídos  pelos alemães ao longo da costa.

re8

Muitos vem fardados prestar sua homenagem aos que combateram.

normandy1-1

Cemitério americano em Colleville-sur-mer.

 Agora se você não se interessa tanto pela história da guerra ainda assim a Normandia é um lugar cheio de beleza e coisas lindas para se visitar, comer muitos frutos do mar, Cancale, que fica na costa Bretã, ali ao lado do Monte Saint Michel, é um dos maiores criadores de ostra da França, então já viu né? Um vinho rosé bem gelado com ostras frescas com vista para o oceano.

A Normandia, me arrisco a dizer, pode ser considerado o berço do Impressionismo, pois foi aqui que o jovem Claude Monet em 1856, aos dezesseis anos,  foi descoberto por Boudin, um pintor já conhecido, que lhe deu muitos conselhos e o convidou a pintar ao ar livre.

re15

Etretat

re14

Etretat  vista por Monet

Boudin estava habituado a pintar suas paisagens costeiras a partir da natureza, portanto, ao ar livre. Para nós pode parecer óbvio, mas naquela época as pinturas eram feitas principalmente em estúdio. É nesta fase que Monet vai desenvolver sua paixão  de pintar ao ar livre.

Quem nunca ouviu falar em Giverny, na Normandia , e do jardim
paraíso de Monet que parecemos conhecer tão bem mas que ainda esconde muitos segredos com as suas pontes, flores, nenúfares e extensões de água com reflexos coloridos. 

re17

Giverny, a casa de Monet, depois de ter alcançado algum sucesso como pintor.

re18

Os jardins de Giverny e a famosa ponte japonesa que ele reproduziu inúmeras vezes em suas telas.

Muitos outros lugares incríveis onde vários pintores impressionistas vinham pintar suas belas praias como  Etretat ou a lindinha Honfleur.

re16

A  beleza do portinho de Honfleur.

re9

lugar para os adoradores (eu :) ) de ostras e frutos do mar

«

»

2 COMENTÁRIOS
  • Marli zampol
    2 semanas atrás

    Linda história.Que lugar maravilhoso !!!!!

    • Clarisse
      2 semanas atrás
      AUTHOR

      Feliz que você gostou Marli : ) !
      Abração,
      Clarisse

Deixe-nos seu comentário!

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Captcha *